Desenvolvimento de Softwares orientado a objetos

Os conceitos da orientação a objetos já vêm sido discutidos há muito tempo, desde o lançamento da 1a linguagem orientada a objetos, a SIMULA. Vários “papas” da engenharia de software mundial como Peter Coad, Edward Yourdon e Roger Pressman abordaram extensamente a análise orientada a objetos como realmente um grande avanço no desenvolvimento de sistemas. Mas mesmo assim, eles citam que não existe (ou que não existia no momento de suas publicações) uma linguagem que possibilitasse o desenvolvimento de qualquer software utilizando a análise orientada a objetos.

Continuar lendo Desenvolvimento de Softwares orientado a objetos

Projeto e estrutura de vídeo games

Apesar de existirem muitos tipos diferentes de vídeo games, existem algumas propriedades que são constantes: Todos eles requerem ao menos um jogador, todos oferecem ao jogador ao menos um desafio, todos usam uma tela, todos tem ao menos um método de entrada de dados/controle.

Continuar lendo Projeto e estrutura de vídeo games

Por que não?

Sempre tenho algumas ideias mirabolantes as vezes, muitas delas (quase todas) são possíveis de serem executadas, talvez não sejam viaveis (financeiramente falando) mas geralmente penso na viabilidade financeira. (…) Por que não? o título vem justamente dai, por que não esse software (…), por que não compartilhar minhas idéias? Afinal de contas, de onde sai uma idéia, saem varias, e idéias não me faltam.

Referencia (http://rafaelrossignol.wordpress.com/)