Crie sua primeira aplicação para o Chrome

Esse tutorial irá mostrar como criar sua primeira aplicação para o Chrome. Aplicações Chrome são estruturadas de forma similar à extensões, de forma que desenvolvedores irão reconhecer o arquivo de manisfesto e métodos empacotados. Quando tudo estiver pronto, você precisará produzir um arquivo zip com o seu código e demais arquivos para poder publicar sua aplicação.

Continuar lendo Crie sua primeira aplicação para o Chrome

Como criar um template para o Blogger do zero

Nesse artigo, traduzirei um artigo do site Blogger Yard que traz uma longa discussão sobre uma questão popular dos usuários do Blogger, que é como criar seu próprio template.

Continuar lendo Como criar um template para o Blogger do zero

page_load.js: Formatando dados em tabelas e páginas

Quando se recebe do servidor uma lista muito grande de dados (por exemplo, uma lista de itens de uma tabela do banco de dados ou um resultado de pesquisa), é necessário que esses dados sejam exibidos aos poucos ao usuário, em um formato de leitura fácil.

Continuar lendo page_load.js: Formatando dados em tabelas e páginas

page_link.js: processando os links de uma página web

Em uma aplicação web, muitas vezes precisamos que uma determinada seja aberta de forma diferente do padrão. Por exemplo, algumas vezes precisamos inserir a página dentro de uma tag div na página atual ou abri-la em uma janela popup

Continuar lendo page_link.js: processando os links de uma página web

form_valida.js: validação da entrada de dados em um formulário

Em alguns formulários, podem existir campos que precisam ser informados em uma formato específico, como por exemplo data e hora, alguns tipos de código de produto, ou identificadores como CPF e CNPJ.

Continuar lendo form_valida.js: validação da entrada de dados em um formulário

form_submit.js: submissão de formulário para servidor

Neste artigo, apresentaremos um script que tem por objetivo submeter os dados de um formulário HTML para o servidor. Este script foi desenvolvido para funcionar com qualquer formulário incluído em uma aplicação Web arbitrária.

Continuar lendo form_submit.js: submissão de formulário para servidor

Tutorial de Canvas – Parte 7 – Animações básicas

Este é o sétimo e último artigo de uma série que irá apresentar os recursos disponibilizados pela nova tag <canvas> do HTML5. Nesse artigo, veremos como criar animações básicas no Canvas. Você pode acessar uma lista de todos os artigos da série nesse link.
Continuar lendo Tutorial de Canvas – Parte 7 – Animações básicas

Tutorial de Canvas – Parte 6 – Composição

Este é o sexto artigo de uma série que irá apresentar os recursos disponibilizados pela nova tag <canvas> do HTML5. Nesse artigo, veremos como aplicar efeitos de composição aos objetos desenhados no Canvas. Você pode acessar uma lista de todos os artigos da série nesse link.
Continuar lendo Tutorial de Canvas – Parte 6 – Composição

Tutorial de Canvas – Parte 5 – Transformações

Este é o quinto artigo de uma série que irá apresentar os recursos disponibilizados pela nova tag <canvas> do HTML5. Nesse artigo, veremos como aplicar transformações aos objetos desenhados no Canvas. Você pode acessar uma lista de todos os artigos da série nesse link.
Continuar lendo Tutorial de Canvas – Parte 5 – Transformações

Tutorial de Canvas

O <canvas> é um elemento do HTML que pode ser usado para desenhar gráficos através do uso de scripts (normalmente JavaScript). Pode, por exemplo, ser usado para desenhar gráficos, criar composições de fotos ou criar animações simples (ou não). A imagem abaixo mostra alguns exemplos de implementações do <canvas>  que veremos nos artigos seguintes.

Canvas_tut_examples

Continuar lendo Tutorial de Canvas

Guia rápido para o Javascript

Este artigo tem por objetivo apresentar os aspectos básicos do JavaScript, de modo a permitir que o leitor possa desenvolver scripts simples e poder entender códigos mais complexos disponíveis na rede, aumentando assim o seu conhecimento na linguagem.

Continuar lendo Guia rápido para o Javascript

Iniciando com o JSON – JavaScript Objection Notation

JSON quer dizer JavaScript Objection Notation, e nada mais é do que um conjunto de chaves e valores, que podem ser interpretadas por qualquer linguagem. Toda essa estrutura, foi criada apartir do padrão ECMA-262, que por sua vez possui convenções muito semelhante às linguagens como C, C#, C++, Java, JavaScript, Perl, Python e várias outras. Com estas características, o JSON se torna o formato ideal para troca de informações independente da linguagem.

Referencia (imasters.com.br)