Desenvolvimento de jogos com DirectX

A série de artigos a seguir tem por público alvo programadores iniciantes que estão interessados em desenvolver um jogo por conta própria usando o framework .NET e o DirectX. O objetivo da série é ensinar como desenvolver um jogo e programar usando o DirectX através da prática, durante o processo de criação de um jogo real. Desenvolvimento de jogos com o DirectX possui seus próprios termos e definições que podem ser difíceis de entender, mas depois de er entendido, você poderá desmitificar o código e se capaz de explorar um novo mundo de possibilidades. Os artigos tratam do assunto de forma direta e explica cada termo a medida que ela é citado. Uma outra parte da curva de aprendizado vem da matemática que você precisa lidar para usar o DirectX. A série aponta alguns recursos durante o curso dos artigos que lhe ajudarão a obter as habilidades matemáticas necessárias para o DirectX.

Continuar lendo Desenvolvimento de jogos com DirectX

TetroGL: Um tutorial de desenvolvimento de jogos com OpenGL

Essa série de artigos foca no desenvolvimento de um jogo 2D com C++ e OpenGL para a plataforma Windows. O objetivo é entregar um jogo similar ao clássico jogo Tetris no final dos três artigos. Os artigos não focam apenas no OpenGL mas falam também sobre os padrões que são usados comumente no desenvolvimento de jogos com uma abordagem orientada a objetos. Você deve estar familiarizado com o C++ para poder tirar o máximo proveito da série. Existe uma seção no final de cada artigo para que você possa tirar dúvidas, fazer comentários ou sugerir algo (em inglês).

Essa série é divida em três artigos:

  • Parte 1: Cobre o loop de mensagens do win32, a criação da janela e a configuração do OpenGL. Você irá aprender também como criar formas simples.
  • Parte 2 : Cobre recursos para manipular e exibir animações simples.
  • Parte 3: Agrupa todos os tópicos e explica sobre a lógica do jogo.

Projeto e estrutura de vídeo games

Apesar de existirem muitos tipos diferentes de vídeo games, existem algumas propriedades que são constantes: Todos eles requerem ao menos um jogador, todos oferecem ao jogador ao menos um desafio, todos usam uma tela, todos tem ao menos um método de entrada de dados/controle.

Continuar lendo Projeto e estrutura de vídeo games

Introdução ao OpenGL usando SDL – parte 2

Assumindo que você já tenha passado pela primeira parte desse tutorial, o artigo irá expandir o tema iniciado no primeiro, de modo a manter tudo o que foi aprendido na memória. Nesse ponto você deve ter um conhecimento usável sobre rotação, translação e renderização de formas 3D simples. Assim, nesse artigo iremos cobrir os tópicos adicionais: carregamento de texturas, mapeamento de texturas e fumaça.

Continuar lendo Introdução ao OpenGL usando SDL – parte 2

Introdução ao OpenGL usando SDL – parte 1

Nesse artigo, iremos cobrir a básico da maravilhosa api gráfica OpenGL. Que fique bem claro para começo de conversa que o OpenGL é um tópico bem extenso para se cobrir em apenas um tutorial. Por isso, esse artigo simplesmente será uma introdução ao assunto. Mas, como em todos os HOW-TOs, algumas coisas são esperadas do leitor. Você deve entender de C++, SDL e alguns conceitos de matemática (geometria/álgebra, nada muito complexo). Dito isso, vamos começar…

Continuar lendo Introdução ao OpenGL usando SDL – parte 1

Configurando e personalizando o ioQuake3 no Linux

Seguindo o artigo sobre a configuração do Urban Terror, um jogo de tiro em primeiro pessoa baseado no engine ioQuake3, esse artigo se propoe a serum guia para configurar o jogo ioQuake3 original, incluindo personalizações dos cvars, uso de novos mapas, armas e personagens. Esse guia também se aplica com sucesso ao novo jogo OpenArena, que é praticamente o ioQuake3 com armas, mapas e personagens alterados.

Continuar lendo Configurando e personalizando o ioQuake3 no Linux