Edição de áudio para principiantes (Usando o Audacity)

Edição de som no mundo real – editores de som limpam faixas de diálogo, cortam camadas de efeitos especiais, colocam sons em certos intervalos de tempo, criam faixas de ambientação através do corte de coisas indesejáveis e mixando sons interessantes ou necessários. Engenheiros de produção de música cortam peças de vocais ou trocam elas por outra parte da canção.

Edição se trata de cortes, inserções, fading e cross-fading, trocas, duplicações e ajustes de volume (também referenciado como nível) do material em áudio. A Mixagem é uma forma de edição, naturalmente. Abaixo segue um exemplo do que é feito na edição de som durante a produção de material para TV ou para um filme. Na seção seguinte, veremos algumas dessas técnicas usando o aplicativo Audacity.

O caminho para a pós-produção do som em filmes e TV

Equipes de filmes e TV tem ao menos duas pessoas presentes que tomam conta da gravação do som durante a fotografia principal do material. A fotografia principal normalmente filma as cenas com os atores reais ou fundos reais.

O Som durante a fotografia principal

A primeira pessoas é o operador de boom. A vara de boom é um bastão flexível com um microfone anexado a ela. Ela é usada para capturar o diálogo seja durante a filmagem ou não. Quando não estiver filmando, pode capturar diálogo fora da cena ou retomadas de linhas que atores erraram durante a tomada normal. Quanto mais caro um material for e mais tempo há para executar o trabalho, mais pessoas irão recorres a refazer essas tomadas, que se trata de gravar essas linhas em um estúdio de som ao invés de gravar no estúdio onde o filme ou gravado ou em locação.

A segunda pessoas é o mixador de som, que normalmente sente em um local longe da filmagem e grava o som capturado pelo operador de boom, seja via cabo ou dispositivos sem fio em um fita, disco ótico ou disco rígido.

Esse é o material de som bruto de um programa ou filme. É chamado som de produção e a única parte desejável que contém são diálogos e sons de corpos. Na pós produção, dependendo da ccomplexidade, orçamento e tempo, quase tudo que você escuta além do diálogo e sons de corpos são adicionados mais tarde durante a…

Pós Produção

Esta é parte onde a maioria das coisas que descrevemos na seção onde falamos do Audacity acontece. Você tem a gravação. E agora?

Depois que a parte visual do programa completa seu primeiro de muitos cortes, é entregue ao editor de som. Em programas de TV, você tem normalmente uma ou duas pessoas para isso, em produções maiores, um bocado mais, que são subdivididas em vários níveis.

Som bruto – a hora da limpeza

Nenhum programa é feito sem edição e muitos deles tem um bocado disso.

As cenas podem ser filmadas com uma ou mais câmeras ou microfones. Atores podem representar mal as suas linhas e pode ser preferivel continuar gravando apesar do erro do que refilmar a sequência inteira. O editor pode ter que escolher partes de tomadas diferentes para montar uma cena. A ação pode se mover pelo espaço errado e o editor ter que encurtar ou alongar partes da cena.

O editor de som certifica-se de que as transições entre os cortes sejam suaves. Ele remove sons não desejados, como a respiração da mesma pessoa que possa passar de uma edição para outra.

O material é cortado sempre que contenha sons não desejados, como cadeiras sendo arrastadas e impacto de objetos em mesas e pisos. Alguns desses cortes podem necessitar de looping de diálogo no estúdio, porque o barulho pode ter sido intolerável. Além disso, o material pode algumas vezes ter que se limpo de ruídos. Os métodos mais sofisticados removem até os ruídos do motor da câmera. Isso é usado o mínimo possível.

É sempre desejável obter o melhor áudio possível desde o início, que é no estúdio de gravação.

Adicionando coisas – o trabalho realmente difícil

Depois que a limpeza está completa, sons são adicionados.

Primeiramente, vem o ambiente. Apenas feche os seus olhos e escute os sons em torne de você. Isso é o ambiente. A sofisticação dos ambientes crescem de acordo o orçamento. De pré-mixagens a mais de doze faixas, você encontrará de tudo em programas de TV e filmes. Em qualquer cena interior com muitas pessoas ao fundo, ninguém exceto os atores que estão sendo filmados falará. O fluxo de conversas é adicionado mais tarde.

Em seguida vem o foley. Esses sons são os de roupas (sons de corpos), passos e objetos sendo movimentados. As pessoas que possuem a última edição de Terminator 2 sabem que todas as pegadas e sons das roupas de couro de Arnold Schwarzenegger foram criadas por cinco pés de mulheres. Essas pessoas são normalmente chamada de folley walkers ou foley artists (caminhantes foley ou artistas foley).

O editor de foley em seguida limpa esses sons, escolhe as melhores tomadas e certifica-se que todas elas estejam sincronizadas com a imagem. O mixador de foley então pode fazer o seu trabalho.

Em seguida vem os efeitos. Foley são efeitos também, mas agora estamos falando de uma nova categoria e pode ser melhor descrita como efeitos de estúdio criados ao vivo. Os efeitos são normalmente editados e gravados de todos os tipos de locais. Um bocado de efeitos são criados por escalonamento de sons um em cima de outros, tirando ou adicionando pedaços.

Muitos dos efeitos que você escuta são toques de telefone ou sinos, bips de celulares, portas de casas e carros sendo abertas e sendo fechadas, disparo de armas, palmadas, carros derrapando, máquinas de todos os tipo, naves voando, para nomear algumas.

Por exemplo, um amigo meu e eu criamos o som de um pequeno barco à remo de madeira batendo em um barco maior e raspando na lateral através do lançamento para baixo de uma porta de madeira grande para o impacto entre os barcos, e de um skate raspando em um cano para o som do barco raspando um no outro.

As técnicas necessárias para manipular adequadamente sons como esses são usadas em todos os tipos de produções.  Seja Audiobooks, produções musicais, criação de efeitos sonoras – você nomeia.

Vamos agora partir para a luta e ver como podemos manipular sons no Audacity

Cortar, copiar e colar

A partir de agora você pode encontrar algumas combinações de letras durante a leitura. Essas combinaç~eos são atalhos do teclado para as funções apresentadas no texto. Esses atalhos podem ser desde teclas isoladas (exemplo ESPAÇO) ou combinações que precisam ser pressionadas ao mesmo tempo (exemplo CTRL-C). Você normalmente pode criar suas próprias.

O passo de edição mais básico é cortar e colar. É o que as pessoas faziam com a fita e é bem fácil com dados em computadores, então dê uma olhada nessas operações básicas, referenciadas como Cortar, copiar e colar. A seção seguinte lidará com  o Silêncio, Duplicatas e Divisões. Você pode também checar a seção reference, assim você poderá saber onde encontrar todas as ferramentas e como redimensionar faixas, por exemplo.

Assume-se que você tenha um projeto aberto e que ao menos uma faixa de áudio esteja presente.

Vamos dar uma olhada no exemplo abaixo de uma janela do Audacity:

 Audacity project with one track of audio

 

Como você pode ver na imagem acima, a ferramenta de seleção Selection Tool está selecionada. Nós usaremos ela para selecionar a parte que queremos cortar ou copiar, e depois, depois de dividir a seleção em uma nova faixa, mudaremos para a ferramenta de mudança de tempo Time Shift Tool para mover o clip de áudio em torno dentro da faixa. Por agora, vamos assumir que queremos cortar um pedaço no meio. Primeiro temos que selecionar a parte que queremos copiar.

Fazendo uma seleção

Para selecionar a parte que deseja cortar, copiar ou colar, use a ferramenta de seleção Selection Tool. Se não estiver ativado, você pode selecionar através do clique na opção correspondente na barra de ferramentas.

Agora pressione e segure o botão esquerdo do mouse enquanto arrasta o mouse sobre a área marcada.

Essa área fica mais escura do que as áreas que estiverem em torno dela. Observe que mesmo que mesmo que você marque uma área maior ou se estenda além do clip de áudio em uso na faixa, a operação irá funcionar apenas no clip. O playback, porém, irá funcionar fora do clip.

Pressione a barra de espaço para ouvir o áudio da área marcada.

a piece of audio in a track a marked
Para estender ou contrair  sua seleção, segura a tecla SHIFT  e clique na área que você deseja estender ou contrair.

Se você clicar em um ponto que esteja no lado direito do meio da seleção atual, você estará selecionando o lado direito de sua nova seleção.

Cortando a seleção

Cortar a seleção através da opção “Cut” no menu Edit …  ou pressione CTRL+X.

 

Antes do corte Depois do corte
an area is selected    after cutting the selected area

Para desfazer essa operação, selecione Undo no menu Edit ou pressione CTRL+Z

Copy irá copiar a seleção para a área de transferência.

Você pode então colar os dados em qualquer faixa clicando onde você quiser que esse trecho de áudio seja inserido e selecione Paste no menu Edit ou pressione CTRL+V.

Assim colar é o oposto do corte. Você pode também copiar o material, fazer outra seleção com o mouse e então colar. Isso substituirá o material selecionado com o conteúdo da área de transferência, não importando o tamanho do trecho copiado e do trecho selecionado.

Durante todas as operações desse tipo, a parte de baixo da tela mostrará duas coisas, que são o tempo inicial e final de sua seleção. O display a esquerda é chamado “Project rate:” e seu valor, que por padrão é 44100, pode ser alterado clicando-se sobre o número e selecionando-se outro no menu que aparece. Esse número ajusta a taxa de amostragem de tudo que você produz no Audacity.

Todos os arquivos, não importando qual serão executados utilizando-se a taxa de amostragem do projeto, e exportados nessa mesma taxa. Se a taxa de uma faixa for diferente da taxa do projeto, essas faixas terão suas taxas alteradas para a taxa do projeto quando ele for executado ou exportado.

O Audacity não altera a taxa de amostragem de qualquer áudio importado. Se você quiser alterar a taxa de amostragem de uma faixa importada por alguma razão isso pode ser feito usando a opção Rate no menu da faixa.

 

Silenciando, duplicando e dividindo

Silenciando fontes indesejáveis

Essa operação achata a seleção. Essencialmente é uma operação de corte sem apagar a seleção completamente. Afinal, se você cortar uma segunda vez, nada permanece. Usando a operação Silence ainda deixará uma área esmaecida.

Quando se silencia partes entre linhas vocais, tenha em mente que uma diminuição no ambiente de fundo pode ter um efeito ruim, assim ao menos enfraqueça as áreas em torne da área silenciada, para minimizar o efeito. As regras para inicio são fade in quickly e fade out slowly.

Alternativamente, use a ferramenta envelope para diminuir o volume nessa área. Dessa forma, você pode alterar confortavelmente ela depois.

Atalho do teclado : CTRL+L

Duplicando

A área selecionada é copiada, uma nova faixa é criada e o material copiado é colado na nova faixa no mesmo ponto da linha de tempo.

Para ilustrar, abaixo segue a imagem de referência:

Duplicate function illustration
 

Os benefícios de uma duplicata são muitos. Um desses benefícios é a experimentação com efeitos.

Alguns de você podem dizer “Eu posso fazer isso na faixa original também“. Mas você não pode mudar o volume  de seu efeito e do áudio original separadamente. Se você colocar alguma Reverb em seu áudio, pode apenas diminuir o volume desse áudio processado. Se você duplicar o áudio primeiro e usar o reverb nele (como 100% de reverb e 0% de sinal original), pode alterar livremente o volume tanto do sinal original quanto do reverb.

Além do mais, você pode fazer coisas maravilhosas ou estranhas a suas duplicatas para criar efeitos especiais. Você terá duas peças do mesmo áudio para usar. Silencie uma parte, reverberize outras, modifique uma terceira, filtre alguma outra, e veja como fica. É muito fácil duplicar uma parte do áudio e fazer diversos experimentos com ele, combinando sons para produzir mágica.

Uma nota especial sobre performance : O novo pedaço de áudio não é copiado para o disco rígido. O Audacity ainda tocará o áudio originla até que você o modifique.

Atalho do teclado : CTRL+D

Dividindo

Essa operação executa o mesmo que a Duplicação, mas também silencia o material selecionado depois de copia-lo para uma nova faixa. Novamente, segue uma ilustração de referência:

 

Atalho do teclado : CTRL+Y

Divisões e submixagens

Movendo bits de uma faixa de áudio

Em todos os projetos você estará movendo seu áudio em algum ponto, senão o que você estaria fazendo aqui?

Existem técnicas, facilmente alcançáveis com o Audacity, para cobrir quase todo tipo de mudanças que você quiser. Em nosso exemplo, temos um pequeno pedaço de um discurso, onde que fala faz uma pausa após a primeira palavra. Nós queremos elimina essa pausa.

A partem após a pausa é selecionada:

Shifting audio - the situation
Select
 

Agora a função “split” é usada para levar a parte selecionada para uma nova faixa:

Shifting audio - first split
Split
 

A ferramenta de Mudança de tempo  é selecionada e o áudio da faixa de baixo é movido para a esquerda.

Shifting audio - shifted audio and audio marked for fading
Move Audio and select for fading
 

Agora é uma boa idéia ouvir as duas faixas individualmente para refletir sobre so sons, por exemplo. Use-o botão “solo” de cada faixa para isso. Depois escute-os ambos na mixagem. Novamente, você pode o usar o botão “solo” para isso. Se você tiver muitas faixas tocando ao mesmo tempo, pressione os botões “solo” de todas as faixas. Não deve haver nenhum som de corte. Quando você estiver satisfeito, diminua os últimos dois terços da parte sobreposta superior da faixa e aumente os primeiros dois terços do áudio sobreposto inferior. Dois terços, e não todo o áudio sobreposto, é escolhido para manter o nível de áudio constante. Se toda a parte sobreposta for modificada, você obterá um queda de nível de 3 decibéis no meio dessas modificações. Você pode verificar isso pegando um pedaço da música, duplicando-a, e então modificando as faixas, uma sendo diminuída, outra aumentada. No meio dessas modificações, o nível da mixagem cairá distintamente. Fazendo a modificações nos últimos dois terços e nos primeiros dois terços você não perceberá  nenhuma mudança no nível. Dois terços é um guia, mas não é lei, então você pode ter que experimentar um pouco.

Mixando tudo junto novamente

!!!Lembre!!! A mixagem final é feita com a finção Export as WAV do menu File. Abaixo estaremos observando na criação de sub-mixasgens com a função Quick Mix. Você fez uma bocado de edições e agora tem dúzias de pequenas faixas com poucos bits aqui e acolá. Sua tela pode se parecer com isso:

Bits and Pieces of Audio
Bits and Pieces spread all over the screen
First four tracks selected for quick mixing
Você pode usar a função Quick Mix do menu Project para abaixar o número de faixas. Porém, você não precisa mixar tudo em uma única faixa.

Selecione as faixas que você quer mixar clicando com a tecla SHIFT pressionada no painel de cada faixa. No gráfico acima, as primeiras quatro faixas são selecionadas.

Em seguida selecione Quick Mix. Nesse exemplo, fizemos a mixagem de tudo em duas faixas:

Bits and Pieces, quick mixed down to two tracks
Bits and Pieces, quick mixed down to two tracks
E assim, duas sub-mixagens foram criadas. Lembre que fizemos isso pela conveniência de não ter que lidar com um número muito grande de faixas.

Se você ainda quiser alterar bits mais tarde, deve se certificar que as partes que estão sendo mixadas não de sobreponham, de forma que você possa dividi-las e editá-las novamente mais yarde.

Fonte: audacity.sourceforge.net