Passo a passo de como criar um filme de animação

No artigo a seguir, Pratik Gulati explica os vários estágios envolvidos na criação de um filme de animação, não importando se seja o próximo blockbuster de Hollywood ou o mais curto dos curta-metragens. Assim, se você estiver pensando em tentar por você mesmo e quiser saber como fazer, ou mesmo se tiver alguma curiosidade sobre o processo, esse artigo é um dos que você não irá querer perder.

O processo de produção de um típico curta ou filme de animação pode ser dividido em três estágios: pré-produção, produção e pós-produção. Nesse artigo serão discutidos esses três estágios em detalhes.

Pre-Produção

O primeiro processo da produção da animação, e também um dos mais importantes, é a pré-produção. Esse processo começa com os conceitos iniciais que são transformados em uma história completa, e depois, com a história finalizada, outras coisas como o roteiro, sequência das tomadas e ângulos de câmera são trabalhados.

Alguns do componentes principais da pré-produção são o StoryBoard, Layouts, Planilhas de modelos e Animatics.

StoryBoarding

O StoryBoard ajuda a finalizar o desenvolvimento da história, e é um estágio essencial do processo de animação. É feito de desenhos em forma de uma revista em quadrinhos, e é usado tanto para visualizar a animação quanto para comunicar as ideias claramente.  Ele detalha a cena e mudanças na animação, frequentemente acompanhada de notas de texto que descrevem coisas que ocorrem na cena em si, como movimentos da câmera.

Não apenas os storyboards podem ser bastante úteis para o trabalho do grupo (algo bem comum na industria da animação), mas também fornecem um lembrete visual do plano original; algumas vezes isso poder ser referenciado pela produção.


Layouts

Uma vez que os StoryBoards estejam completos, eles são enviados para o departamento de layout que então trabalha bem de próximo ao diretor para desenhar as locações e roupas. Com isso feito, inicia-se a direção das cenas, mostrando as posições dos personagens em todas as tomadas.


Planilhas de modelos

As planilhas de modelos são precisamente grupos de imagens que mostram todas as possíveis expressões que um personagem pode ter, e todas as poses diferentes que podem adotar. Essas planilhas são criadas de forma tanto a manter os detalhes do personagem de forma correta e manter o desenho do personagem uniforme pelos diferentes animadores que estão trabalhando nele em várias tomadas.

Durante esse estágio o desenho do personagem é finalizado de forma que quando a produção comece suas impressões possam ser enviadas ao departamento de modelagem que é responsável pela criação dos modelos finais do personagem.


Animatics

Para se ter um ideia melhor do movimento e tempo das sequência de animação complexas e cenas com VFX pesado, o departamento de pré-visualização do estúdio de VFX cria maquetes simplificadas chamadas “Animatics” após o processo de criação da storyboard.

Esses Animatics ajudam o diretor a planejar como os personagens irão ser manejados pelas sequências, assim como os efeitos visuais serão integrados na tomada final.

Produção

Agora que o storyboard foi aprovado, o projeto entra na fase de produção. É aqui que o trabalho de verdade começa, baseado nas diretrizes estabelecidas na pré-produção. Algumas das partes principais dessa fase são: layout, modelagem, texturização, iluminação, estaiamento e animação.

Modelagem

Os pessoa da modelagem normalmente são divididos em dois ou mais departamentos. Enquanto que modeladores orgânicos tendem a ter um background em escultura e se especializarem em construir os personagens e outras superfícies, modeladores de superfície dura frequentemente tem um background mais industrial ou arquitetônico, e por isso modelam veículos, armas, objetos e edifícios.

Trabalhando bem próximo os Diretores de arte, Supervisores de efeitos visuais e Supervisores de animação, os modeladores transformam os conceitos 2D e tradicionalmente esculpem maquetes em detalhes, topologicamente em modelos 3D. Eles então ajudam o Animador com o modelo ainda na forma do esqueleto para desenvolver a pele. Após isso, o modelo pode ser manipulado novamente pelo Modelador, que irá proceder com o desenvolvimento das expressões faciais e qualquer forma muscular específica que pode ser necessária.

Uma vez que o modelo seja aprovado, estará disponível para os departamentos de estaiamento e texturização, que completam os estágios finais da preparação do modelo para a animação e renderização. Com sorte, o modelo passará pelas fases da produção sem precisar de retornos para correções da modelagem, apesar de alguma quantidade de ajustes ser inevitável – problemas com os modelos algumas vezes não aparecem até a renderização, nesse caso o iluminador enviará o modelo de volta para reparos.

Texturização

Seja criando uma textura do zero ou através da edição de uma imagem existente, os artistas de texturização são responsáveis pelas sombras e pela pintura da texturas de acordo com os requisitos da cena.

Trabalhando lado a lado com os departamentos de Faceamento e Sombras, as texturas são criadas para se encaixarem nos conceitos artísticos aprovados que foram entregues pelo departamento de arte. Essas texturas são criadas na forma de mapas que são associadas ao modelo.

Iluminação

Não apenas os artistas de iluminação tem que pensar na iluminação de cenas individuais, eles também tem que considerar como juntar todos os elementos que foram criados nos outros departamentos. Em muitas companhais, técnicos de iluminação combinam as últimas versões da animação, efeitos, movimentos de câmera, sombras e texturas em cenas finalizadas, e renderizam uma versão atualizada todos os dias.

Os iluminadores tem uma grande fatia de responsabilidade, incluindo a colocação das luzes, propriedades delas, como ela interage com diferentes tipos de materiais, a qualidade e complexidade das texturas envolvidas, como a posição e intensidade das luzes afetam o humor e credibilidade, assim como a teoria e harmonia das cores. Eles são necessários para estabelecer diretamente e refletir as luzes e sombras para cada tomada associada, garantindo que cada tomada se encaixe na continuidade da sequência, tudo isso objetivando satisfazer a visão dos Diretores, Designers de Produção, Diretores de arte e Supervisores de VFX.

Estaiamento

O estaiamento é o processo de adicionar nós a um personagem e definir o movimento de objetos mecânicos, e é o centro do processo de animação. Um técnico de personagens fará testes das animações para mostra como uma criatura ou personagem será mostrado em poses diferentes, e baseado nos resultados ajustes são frequentemente feitos.

.

O departamento de estaiamento se envolve também  no desenvolvimento da simulação de roupas – assim como fazer um personagem ser capaz de fechar seu punho ou mover seu braço, o departamento de estaiamento e roupas é responsável por criar o movimento das roupas de uma maneira crível.

Animação

Em companhias de produção modernas, a prática do planejamento meticuloso da performance de um personagem frame por frame é aplicado em gráficos 3D usando os mesmos princípios básicos e julgamentos estéticos que foram desenvolvidos primeiramente para animações 2D e stop-motion. Se captura de movimentos for usado no estúdio para digitalizar o movimento de atores reais, então a maior parte do tempo do animador será gasto limpando o movimento capturado e completando essas porções (como olhos e mãos), que podem não ter sido digitalizados durante o processo.

O time de efeitos também produz elementos como fumaça, poeira, água e explosões, apesar de que o desenvolvimento desses aspectos não começa até que a animação/iluminação final ter sido aprovada por elas serem integradas a tomada final e frequentemente computacionalmente pesadas.

Pós-produção

A pós-produção é a terceira e última parte da criação do filme, e se refere as tarefas que precisam ser completadas ou executadas depois da filmagem. Essas tarefas incluem edição do material bruto para montar as cenas, inserção de efeitos de transição, o trabalho com vozes e sons dos atores e dublagem.

Em geral, porém, as três fases principais da pós-produção são: composição, edição de som e edição de vídeo.


Composição

O departamento de composição junta todos os elementos 3D produzidos nos departamentos anteriores, pra criar a imagem renderizada final do filme. A composição pegar imagens renderizadas dos iluminadores e algumas vezes também começa com scripts de composição que os técnicos desenvolvem para compor inicialmente seus dailies (versões de trabalho da tomada).

 

Tarefas gerais da composição incluem renderizar os diferentes passos entregues pelo departamento de iluminação para formar a tomada final, pinturas de correção e rotoscópio, assim como a composição dos elementos de fx e efeitos de gradação de cores em geral.

Edição de som

Esse departamento é responsável pela seleção e montagem das gravações de som para prepara-las para a mixagem final, garantindo a sincronização labial e adicionando todos os efeitos de som necessários para o filme.


Edição do vídeo

A edição de vídeo é o processo de manipular e rearranjar as tomadas para criar um produto final, e é nesse estágio que qualquer tomada indesejada é removida. A edição é um passo crucial para garantir que o vídeo flua de maneira a alcançar o objetivo inicial. Outras tarefas  incluem a inclusão de títulos e adição de efeitos ao vídeo e texto final.

Traduzido de