Configurando um servidor doméstico

Configurar um servidor doméstico para rodar um sistema operacional open-source é uma atividade popular e útil. Útil de que forma, você pode perguntar. Você pode usar para hospedar um website, coletar e enviar mensagens de e-mail, armazenar suas credenciais OpenID ou distribuir sua música pela casa. No Webmonkey existem muitos tutoriais para usar com uma máquina que está encostada. Nesse tutorial segue um guia para a parte do hardware.

Introdução

Antes de começar – Alternativas

Configurar um servidor doméstico pode ser uma experiência muito divertida e uma grande forma de aprendizado. Mas, dependendo do que você quer hospedar e da sua conexão com a Internet, um servidor doméstico pode não ser a melhor alternativa. Se seu objetivo é distribuir páginas web de forma confiável ou entregar informações para o público externo ao seu negócio, faz mais sentido colocar um servidor na nuvem – em outras palavras, em um centro de dados comercial. Isso lhe poupará de preocupações sobre como manter o servidor em execução ou de ter que lidar com interrupções de energia ou do serviço de cabo ou DSL. “Computação em Nuvem” ou aluguel de um servidor de acordo com a sua necessidade por hora ou mês, está se tornando bem popular para companhias web e negócios em crescimento, mas as taxas são suficientemente baratas para serem consideradas como uma alternativa ao servidor doméstico. Existem muitas companhias que disponibilizam computação em nuvem, desde a Amazon Web Services que requer o aprendizado de comandos para iniciar um novo servidor, até o ENKI que oferece suporte pessoal para iniciar uma aplicação.

Do que precisaremos

Para montar o seu próprio servidor, precisa de alguns poucos componentes, alguns dos quais você pode já possuir:

  • Computador
  • Conexão de Banda larga
  • Roteador com cabo Ethernet (CAT5)
  • Monito e teclado (somente para os primeiros passos)
  • Um drive de CD/DVD será útil se você planeja usar o servidor para mídia

Computador

Um servidor não tem que ser particularmente poderoso. O eBay roda em computadores Sun de milhares de dólares, e o Google usa milhares de máquinas para suportar suas buscas. mas para uso pessoal, um servidor precisa de consideravelmente menos poder de fogo que um computador desktop padrão. Enquanto outros computadores se ocupam com tarefas complexas, como fotografia e calculo de trajetórias de mísseis, seu servidor doméstico tem uma tarefa bem mais simples: receber requisições por dados e enviar esses dados de acordo com a requisição. Seu servidor não usará muito poder de processamento, especialmente sem uma interface gráfica para se preocupar. Uma máquina como 64MB de RAM e um processador de 300MHZ pode se tornar perfeitamente em um servidor; com uma especificação um pouco mais robusta, pode lidar com qualquer coisa que jogar dentro dele.

Uma mauina velha pode ser transformada em um servidor com um esforço mínimo. Você pode já ter a máquina perfeita para o trabalho num canto do sótão. Ou um parente ou amigo poderia estar querendo se desfazer de seu computador velho; ou ainda você poderia escolher comprar um modelo barato a partir de um classificado on-line. Alternativamente, vocẽ pode comprar um máquina nova para usar como servidor. Cada abordagem tem as suas vantagens.

As razões para que você possa não querer uma máquina antiga seriam:

Hardware velho pode não ser confiável. Algumas vezes a troca de um pente de memória RAM defeituoso ou a colocação de um novo dissipador de calor irá corrigir os problemas, mas algumas vezes um computador irá travar depois de algumas horas, independente de qual sistema operacional está instalado.

Espaço é um problema. Se a máquina antiga tiver um gabinete no formato de torre grande e você estiver em um pequeno apartamento, você pode desejar obter um novo gabinete – ou talvez comprar um novo servidor que tenha um tamanho menor.

Você quer silêncio. Computadores esquentam, de modo que ventiladores são instalados para mantê-los frescos. Ventiladores são barulhentos, mesmo aqueles que são anunciados como “silenciosos”. Você talvez não perceba quão barulhentos em um escritório, mas quando um servidor é deixado rodando 24 horas por dia (como eles devem estar), torna-se bastante irritante viver com ele por perto. Se você  for compartilhar um espaço como seu servidor, pode querer investir em uma máquina sem ventiladores (fanless).

Você não tem um computador velho à mão, e vive em um local onde encontrar computadores baratos e antigos é difícil ou caro.

Se alguns desses itens se aplica a você, pule para a seção “Comprando um servidor novo”.

Usando um computador usado

Se você escolheu transformar uma máquina velha em um servidor, parabéns. Se a máquina for um modelo consideravelmente antigo, pode ter um pouco de trabalho para deixa-la pronta para a tarefa. Atualizar algumas partes tornará  possível usar a máquina por vários anos. Você pode achar muita ajuda, se tiver alguma questão sobres onde deve ir cada conector, em sites como o Guia do Hardware ou Forum do Hardware. Ou, no caso da confusão de cabos e chips seja muito assustadora, uma loja local deve fazer o trabalho por uma taxa mínima.

Arquitetura

O tipo de computador que você usa – i386, PowerPc, gameboy – importa bem pouco. O Linux e o BSD,os sistemas operacionais para servidores preferidos, podem ser executados em qualquer arquitetura que você quiser instala-los. A lista oficial de chips onde o Debian pode ser instalado inclui x86, Motorola 680xx, Sun Sparc, Alpha, powePC, ARM, MIPS, HP PA, intel 64-bit e S/390, com mais opções na fase de teste. Isso cobre a vasta maioria dos computadores feitos. Compre um livro de anotações e nomeie-o “Meu Servidor” . Escreve nele todos os números de modelos e detalhes do hardware que você configurou.

Memória RAM

Memória RAM é barata hoje em dia, e quanto mais você tiver geralmente é melhor.

Armazenamento

O disco rígido é o coração do servidor. Se alguma coisa parar de funcionar, você pode tirar o disco rígido e coloca-lo em outra máquina, e recomeçar do ponto onde você deixou. Dependendo de quantos slots seu computador tiver, você pode queres ter um ou mais discos rígidos. Quanto mais melhor.

Discos rígidos continuamente cai de preço. Comece com um disco novo. Se você estiver trocando um disco velho por um novo, não esqueça de apagar com segurança qualquer informação confidencial antes de jogar o velho fora.

O interior de um disco rígido gira milhares de vezes por segundo, assim é muito provável que o disco rígido será o primeiro componente do servidor que irá falhar, porém você pode contar com um disco novo por alguns bons anos. Procedimentos de backup adequados são cruciais; nesse momento, se você espaço em seu servidor e em seu orçamento, pode desejar encaixar um segundo ou terceiro disco. Mantenha cópias segundarias em outro local – mesmo se esse local for um segundo disco rígido próximo ao primeiro – é a maneira para preservar seus dados contra falhas do disco.

Resfriamento

Como o servidor irá estar rodando todo o tempo, você precisa se certificar que ela não aqueça demais. A máquina que você tem pode já atender satisfatoriamente esse departamento ou não. Se ela travar de repente, ou mostrar algum comportamento esquisito e não previsto, pode estar com problemas como super-aquecimento. Existem alguns programas que você pode instalar para monitorar a temperatura da máquina, e até mesmo enviar um e-mail automaticamente se ela atingir uma zona perigosa de temperatura em um dia quente.

Você pode escolher dentre vários métodos para manter a CPU resfriada, métodos que envolvem ar, água, nitrogênio líquido e assim em diante. Você pode querer dar uma olhada em métodos de underclocking para seu processador. Isso irá torna-lo mais lento (o que não é ruim para um servidor, necessariamente) mas também deixa a máquina menos quente. Se você tiver experiência com soldagem, existem vários tutoriais sobre underclocking para o seu chip em particular. Porém, em geral, ajustar um bom fluxo de ar sobre o processador é suficiente para a maioria dos servidores, com alguns bons ventiladores arranjados para jogar ar por todo o gabinete, e particularmente sobre os componentes mais quentes. Ventiladores maiores tendem a ser mais silenciosos que os menores, tudo o mais é igual.

Rede

O servidor irá precisar também de uma placa Ethernet (também conhecida como NIC – Network Interface Card), e uma que funcione com o sistema operacional de sua escolha. Vocẽ não tem como errar com muitas das placas disponíveis (especialmente modelos mais antigos), mas definitivamente deve checar os modelos em linux-drivers.org antes de comprar um nova. Marcas como 3Com ou D-Link são geralmente uma aposta mais confiável.

Comprando um servidor

Alternativamente, você pode comprar um servidor. Existem muitas opções de guias na web. Você pode usar um computador desktop padrão, que contém chips poderosos e caros da Intel ou AMD. Isso não é ruim, mas marcas como Shuttle ou Biostar, montadas em especificações mini-ITX ou nano-ITX são menores, mais baratas e menos quentes. Essas opções podem se encaixar em cigarreiras e rodar silenciosamente sem ventiladores, ou com baixo consumo de energia. Sistemas completos que usam esse chipsets podem ser adquiridos em várias lojas.

Conexão

Qualquer tipo de conexão de rede vai funcionar para seu servidor. Super velocidade não é importante (a menos que você esteja planejando fazer streaming de vídeos). Se você já tem uma conexão (provavelmente sim) pode continuar a usa-la normalmente. Só mantenha seu servidor conectado ao roteador. Um IP estático não é necessário, nem um conexão corporativa.

Sua escolha de servidores irá variar dependendo de sua região. Se você puder escolher, escolha um provedor que ofereça uma velocidade boa e confiável, e cujos clientes estejam satisfeitos. Pergunte para os usuários, ou pesquise na web pelo nome do provedor para dar uma olhada nos casos de uso. Alguns provedores tem políticas altamente restritivas e preferem que seus usuários não faça coisas como montagem de servidores; outros, oferecem serviços que caem como uma luva para os usuários mais aventureiros. As escolha entre cabo, DSL fibra ótica, satélite e outras é menos importante; após testar esse conjunto, você não irá observar diferença significativas a menos que esteja fazendo streaming de vídeo ou áudio de alta qualidade.

Roteador

Obtenha um roteador confiável. Pode ser um modelo Wireless, se quiser conectar outros computadores sem-fio, mas planeje usar o velho cabo de rede para conectar seu servidor. um roteador é uma commodity nesses tempos modernos; alguns podem ter componentes extras, mas é o básico, não os extras, que contam. Novamente, se atentar ao que os outros compradores mais gostam é um excelente guia.

Monitor e teclado

Se você tiver um computador velho, deve der um monitor e teclado que podem ser usados. Ou pode usar o equipamentos de seu computador atual, se não estiver usando um laptop, e deseja poder ir e voltar nas suas configurações; Você somente precisará deles enquanto estiver configurando o servidor. Um monitor e teclado são muito úteis para ser a mão quando no futuro for necessário atualizar o servidor.

Energia

Se vive em uma região sujeita a quedas de energia, ou problemas similares,  e mesmo que não for seu caso, ter um intermediário entre sua máquina e a tomada é uma boa idéia. Isso pode ser desde uma filtro de linha (não uma extensão) até um no-break com horas de reserva de energia.

Tudo no lugar

Depois que seu computador estiver atualizado, precisará encontrar um local para ele. Você irá querer manter em mente algumas considerações básicas.

  • Não o coloque ao lado de um aquecedor, como no alcance do sol. Não o coloque perto de uma janela aberta. Poeira é um inimigo do servidor também, assim não deixe ele debaixo de móveis.
  • Não deixe os cabos e fios no caminho das pessoas ou animais de estimação.
  • Com a devida atenção ao resfriamento, seu servidor deve ser bem silencioso, mas algumas pessoas podem ser sensíveis ao menor zumbido. Especialmente se o seu servidor não for de um classe sem barulho, pode querer coloca-lo em uma zona de pouco tráfego.
  • Coloca-lo em um quarto pequeno pe bom, desde que se tenha um fluxo de ar suficiente para que a máquina não super-aqueça. Certifique-se de coloca-lo em uma superfície rígida assim como não bloquear a entrada de ar, deixar poucas polegadas de espaço nos lados, e não empilhar coisas sobre ele.
  • Ladrões são outra preocupação: mantenha um servidor em frente a porta pode não ser uma boa ideia.
  • Um bocado de suas preocupações pode ser direcionada pela sua conexão a Internete, já que o servidor precisar estar no alcance de um cabo de rede. Se estiver usando um roteador sem fio para compartilhar a conexão com o resto da casa, que deve estar centralmente localizado, e o servidor plugado diretamente a ele,onde quer que esteja.
  • Também deveria estar ligado a um canal de eletricidade.
  • Se você for fazer coisas como ripar CDś com o servidor, irá desejar que ele esteja convenientemente colocado para ser alimentado com discos.

Sistema operacional

Existem muitas opções de sistemas operacionais open-source. Você pode instalar Fedora, Ubuntu, FreeBSD, Gentoo e assim em diante.

Leitura recomendada

O que você pode fazer com seu servidor? Abaixo seguem alguns projetos:

Traduzido de